Imprimir esta página
Sábado, 28 Agosto 2021 09:34

Matipó) Conferencia Secretaria Municipal de Assistência Social e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS)

A Prefeitura de Matipó, Secretaria Municipal de Assistência Social e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), realizaram na última sexta-feira (20), a 8ª Conferência Municipal de Assistência Social, o evento aconteceu no Auditório da Faculdade Univertix.
 
Durante a tarde, trabalhadores e usuários do Sistema Único de Assistência Social e público em geral puderam participar das discussões, além da eleição dos delegados que vão representar o município na Conferência Estadual.
 
O vice-prefeito, Roberto do Dudu, participou da solenidade de abertura da conferência, que chegou à VIII edição. “Quero parabenizar a todos pela realização da conferência. Nesse momento de pandemia, onde as diferenças foram acentuadas, a importância da assistência social ficou mais visível e mais forte. Que essa conferência nos aponte caminhos e nos sensibilize”, destacou. “Estive nas unidades dos CRAS de Padre Fialho e Boa Vista e pude ver o quanto que essa rede é essencial, decisiva na vida da nossa comunidade”, pontuou.
 
A conferência teve como tema central “Assistência Social: Direito do Povo e Dever do Estado, com financiamento público para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”. “Em um momento de tantas dificuldades e transformações é uma alegria podermos propiciar a realização da Conferência de Assistência Social, que tanto nos auxilia e nos pauta na execução das políticas públicas, colaborando de forma fundamental no planejamento das ações sociais no município”, ressaltou a secretária municipal de Assistência Social, Laíse Pedroso.
 
Pode ser uma imagem de 2 pessoas, pessoas em pé, área interna e texto que diz "Matipó Uma cidade mais humana"Larissa Alves, presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, falou sobre os desafios da realização do evento nesse momento de pandemia e, enfatizou a importância da participação de todos os cidadãos na construção das políticas públicas, especialmente na área de assistência social, que impacta diretamente na vida das pessoas. “Alguns municípios optaram por não fazer. Em momento algum, nós pensamos em não realizar a Conferência porque entendemos a importância do controle social e da própria conferência, da qual tiramos propostas que podem, inclusive, virar lei. Isso é a nossa voz sendo escutada e, por isso, considero a conferência algo de extrema importância”, afirmou.
 
As conferências de assistência social são instâncias que têm como atribuição a avaliação da política de assistência social e a definição de diretrizes para o aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e ocorrem no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
Os debates foram organizados em cinco eixos e houve também a eleição dos delegados que representarão Matipó na etapa estadual.